terça-feira, 30 de agosto de 2016

A MULHER




Rubra cascata a mirrar dentro do peito
-consumida em fogo-brasa-ingratidão-
traz consigo cristais a gotejar no leito,
estilhaço inflamado em fria podridão.

Adormecida em salgadas ondas feito
anjo que cessa em prantos a diversão
d'um dia em surra, ternura, confeito...
sonhando em laços-foscos d'uma lição.

Luz em fresta provoca o sorrir à criança,
a qual desperta envolvida em carinho,
dissolvendo em estrelas chorosa lembrança.

Já a velha mulher! A sangrar pelo caminho...
Que d'antes era ardor em flor d'esperança!
...cortejo hoje banhado em véu de amargo vinho.

Poema de Della Coelho
Imagem: google.com

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

INCANSÁVEL ESPERA





Meu Amor,
estou aqui!
SIM, para sempre te esperando!

Sei o quanto padeces nas jornadas tenebrosas,
enfrentas vales e montanhas rochosas.
Não te esqueças que em tua casa te espero,
faço quitutes e me enfeito para ti com esmero.

Como queria contigo nas estradas caminhar,
mas fui pelo destino impedida de, nestas Luas, tuas mãos afagar.
Não me importa que agora não consigas me aquecer;
suplico à brisa que meu canto contigo, nas noites, possa adormecer.

Meu Amado,
que partilhas comigo em silêncio o tão acalento esperado,
falta pouco para conseguirmos dos Anjos nossos sonhos realizados.
Tropeçaste e caíste em pedras pelo cansaço do caminho,
fita nossas Estrelas e apoia-te em meus braços que suavemente te aninho.

Eu sempre estarei aqui!
Olhando a noite, esperando por ti!
Mesmo que em todo Universo um dia resolva o Amor se calar,
gritarei que TE AMO nem que somente em uma simples cova possas vir a me encontrar.

Passo os dia na Esperança de que o Vento venha teu sorriso me devolver
e, enquanto isso, componho melodias para meu imenso carinho te envolver.

Meu Amor,
estou aqui,
em nossa casa,
te esperando...
Ouço tua voz nitidamente me chamando
quando a outros olhos pensam que estou simplesmente sonhando.

Em desespero, pela tua ausência, enlouquecida,
perdi-me por um tempo a buscar-te em terra apodrecida;
sozinha não tenho forças para tua face encontrar,
pois a sombra vem de ti os meus beijos afastar.

O que devo realmente fazer
é, em nosso Lar, à tua espera permanecer.
Jamais te confundas por canções que tenham nossas verdades alteradas,
que só farias atrasar ainda mais a tua tão difícil jornada.

O DEFINITIVO e IMUTÁVEL,
mesmo na rigidez do mais rigoroso inverno,
é que enraizarei aqui ansiando tua volta
para finalmente descansarmos felizes,
em nosso AMOR ETERNO!


Poema de Della Coelho
Imagem: google.com


SIMPLESMENTE AMANDO



Ao descobrir-me em teus olhos, anseio de Minh’Alma,
inebriada em tua voz calma,
pude o Amor em Plenitude encontrar!

Preciso é agradecer-te a cada dia,
se teu sorriso me lia,
se tua boca me beija,
se tua pele me deseja.

É tua Vida que me presenteia
na oferta do teu Amor que me incendeia.

Leva-me por teus passos,
dando-me a certeza de que em seus compassos,
se puderes, no espinho, pedra e ferida,
por mim dar-te-á a tua própria Vida.

Acolhe com tal perfeição o meu defeito
que, perdoe-me, por vezes lanço feridas em teu peito.
Quero em gratidão minha doçura te ofertar
para que em nosso Lar
sempre possa em meu aconchego descansar.

Nos dias saudáveis ou não
quero ofertar-te mesmo em imperfeição a minha mão.
Estás sempre pronto à Vida desta família atender
em prontidão me ensinaste como a um filho sempre proteger.

Cansaste por vezes em desânimo,
que sempre quero ser para ti uma palavra de ânimo.
Esteja em mim em todo seu pensamento
Que prometo dares a ti todo o meu acalento.

Todas as noites até o fim de minha vida uma prece irei fazer
para que nem um dia sequer até a minha morte
possa eu longe de teus braços amanhecer.

Poema de Della Coelho
Imagem: google.com

CONVERSANDO COM A ESTRELA



ESTRELA DISSABOR

Estrela mentirosa!
Me enganaste
nas promessas de outrora.
Sai de minhas vistas
que esperta eu fiquei
e não mais acredito
nos sonhos que contigo delirei.

Os faróis dos carros
tendem a me alertar
que a Estrela que vejo,
morta, já está em algum perdido lugar.

Apreciar a Estrela
que cintila no céu
é contemplar um Eterno Amor
morto em um nefasto bordel.

RESPOSTA DA ESTRELA

Criança ... sempre choras,
não vês que não combinas
com os passos rebeldes desta hora.

És suspiro de Eterno Amor,
tentas fugir e te refugias
nos versos sombrios da Belaflor.

Teu coração sangra
feito fincado punhal,
lutas para viver-te
em meio aos fracassos
do D`samor Imortal.

De nada servirá
a revolta de teu ser.
Me injurias, mas sabes
que sou a única razão
de teu ainda florescer.

Olhas-me todas as noites
e temes não me encontrares mais
a vigiar-te em teus dissabores.

Eis-me aqui para sempre ao lado teu,
que mesmo que não mais ilumine
o ardor por ti de teu amado ser,
aviso ao mundo
que de um Único Eterno Amor
para sempre tu irás sofrer.


Poemas de Della Coelho
Imagens: www.google.com

MINHA VOZ



O Sentimento que me invade
domina todas as vontades
faz-me Poeta p’ra gritar esta emoção!

Alma torturada... nem ouvida nem amada
sozinha busca ... nada... sonho...ilusão...
Ó Florbela!...amada...des ...amada...
Tua voz acalma o coração!

Nem torto..nem fingidor...
O sofrimento é canção só de uma Flor!
Assim como tu...
perdida...
dolorida...
nunca vista...
Alma de luto sempre incompreendida!

Poema de Della Coelho
Imagem: google.com